266 mil no ES podem ficar sem deduções de educação e saúde no IR – A Gazeta / Prof. Dr. Fernando Galdi

De acordo com publicação de A Gazeta, veiculada no dia 24 julho, o governo quer acabar com as deduções para essas áreas, mas, como uma forma de “compensação”, a alíquota máxima pode cair dos atuais 27,5% para 25%. O professor da FUCAPE, Fernando Caio Galdi, foi fonte da matéria.

Leia a notícia.

Comunicação Fucape

Compartilhe

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Artigos Relacionados

NOTA DE PESAR

Comunicamos, com pesar, o falecimento do Sr. Ernesto Rubens Gelbcke. Gelbcke realizou a aula inaugural do primeiro mestrado da Fucape, no ano 2000. Também foi

Skip to content