EnglishPortugueseSpanish

Sem regulamentação em 2021, Difal pode ficar apenas para 2023! – Jornal Contábil / Me. Marco Aurélio Medeiros

O diferencial de alíquotas na venda para consumidor final se transformou na polêmica tributária inaugural de 2022. Certamente teremos outras, mas começamos bem o ano.

Em resumo: instituída pela Emenda Constitucional 87/2015, o Supremo Tribunal Federal entendeu a cobrança inconstitucional sem que houvesse uma lei complementar (LC) que regulasse o assunto. Mas para os Estados não perderem arrecadação, o próprio STF modulou os efeitos da decisão para o primeiro dia de 2022; com isso, dava tempo de se editar a LC ainda em 2021, valendo a partir de 1 de janeiro de 2022, legitimando assim a continuidade da cobrança.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Comunicação Fucape

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

ESPÍRITO SANTO
Avenida Fernando Ferrari, 1358, Boa Vista, Vitória – ES, CEP: 29.075-505
Rio de Janeiro
R. da Assembléia, 100 – Centro Rio de Janeiro /RJ – CEP: 20040-007
BRASÍLIA
Pátio Brasil Shopping – Asa Sul, Brasília – DF, 70740-610
MINAS GERAIS
Rua Leopoldina, 607 A, Santo Antônio, Belo Horizonte/MG – CEP: 30330-230
MARANHÃO
Av. dos Holandeses, 1166-1184 – São Marcos, São Luís – MA, 65071-380

Fucape Pesquisa e Ensino SA – 06.105.333/0001-61 | Fucape Fundação de Pesquisa e Ensino – 03.812.374/0001-08 | Instituto Fucape de Tecnologias Sociais – 20.317.623/0001-08

Skip to content