O Projeto Escola de Tempo Integral faz parte do Programa Educação Ampliada, da Prefeitura de Vitória e do Planejamento Plurianual da cidade, e tem por objetivo a implementação da jornada escolar integral para todos os estudantes e professores nas escolas em que o Projeto está em andamento.

Atualmente, três Escolas Municipais de Ensino Fundamental de Vitória (EMEFs) já estão funcionando em tempo integral. São elas: Anacleta Schneider Lucas, na Fonte Grande; Moacyr Avidos, na Ilha do Príncipe; e Eunice Pereira Silveira, em Tabuazeiro. Cerca de 1,2 mil alunos foram beneficiados, no total.

Além das disciplinas obrigatórias (português, matemática, geografia, ciências, história, educação física, arte e língua estrangeira), os alunos têm orientação de estudos, iniciação científica e auxílio na elaboração de um projeto de vida. Os estudantes têm ainda ofertas de matérias eletivas, que são escolhidas de acordo com o objetivo de vida de cada estudante, a cada semestre.

Sobre o Projeto de Vida

O Projeto de Vida consiste na elaboração de metas  acadêmicas e de âmbito pessoal de cada estudante. Nesse processo, o aluno deve planejar e optar pelas disciplinas que fazem sentido para seus objetivos de vida.

Cada estudante escreve o próprio projeto e é estimulado a refletir sobre como as escolhas e decisões implicarão na vida presente e futura. Ao longo do tempo, o Projeto de Vida vai sendo revisado com o apoio de um professor orientador, que vai ter como tarefa ajudar o aprimoramento constante do aluno.

Objetivo

Estimular a formação educacional de jovens estudantes do ensino fundamental, alinhada com as demandas do mercado de trabalho, em regime de tempo integral.

Parceria

A implantação desse método de ensino é realizada por meio de parceria entre a Prefeitura de Vitória, a Secretaria Municipal de Educação (Seme), o Movimento Espírito Santo em Ação, o Instituto FUCAPE de Tecnologias Sociais (IFTS), o Instituto Natura, o Instituto De Corresponsabilidade Pela Educação (ICE) e o Instituto Qualidade no Ensino (IQE).